Todo mundo sabe que o mundo e o mercado de trabalho estão em constante alteração, a principal mudança é o uso das ferramentas da tecnologia e a previsão é de que o cenário continue se transformando de forma cada hora mais rápida.

As mudanças nos processos de produção, no comportamento do consumidor e do próprio colaborador estão abrindo espaço para o surgimento de novas tendências em diversas áreas do mundo corporativo, especialmente na área dos Recursos Humanos, que lida diretamente com a nova geração.

O que há de novo para o RH? 

No mundo ágil e tecnológico em que vivemos, essas mudanças surgem de forma ainda mais rápida. Estar atualizado sobre as novas práticas é fundamental para que qualquer empresa acompanhe o mercado e defina as estratégias da melhor forma possível para sua organização.

Destacamos 7 tendências para o RH conquistar bons resultados:

  • Valorizar a experiência do colaborador

Profissionais de RH modernos e atualizados às tendências globais, estão cada vez mais trazendo à tona a importância do colaborador e sua experiência. Trata-se do conjunto de iniciativas para que o trabalho seja recompensador e gratificante. Oferecer um ambiente de trabalho em que todos gostem de estar.

Home office e horários flexíveis permitem que o colaborador adeque sua agenda, essas simples ações valorizam a liberdade e os benefícios de estarem onde quiserem. Com isso ganha força a flexibilidade do trabalho. O resultado desse investimento é o melhor possível para uma marca empregadora solidificada.

  • People Analytics

O People Analytics é um bom exemplo de como a tecnologia pode ser usada para colocar o capital humano no centro do processo. Está é uma ferramenta que pode ser definida como um conjunto de métricas simples para determinar quais fatores fazem os colaboradores serem produtivos. Inclusive, facilita a identificação das pessoas com maior propensão a cargos de liderança. Dessa forma, o profissional de Recursos Humanos sai de uma postura reativa para uma postura ativa, tomando decisões mais assertivas, diminuindo o índice de erros e aproveitando os talentos da melhor forma garantindo planos de carreira mais efetivos e permanentes.

  • Liderança estratégica

Sabemos que a liderança tem papel primordial para que as organizações possam crescer de forma abundante, com alcance de resultados, unidade, motivação, transparência, desenvolvimento e inovação. Uma tendência é se formar pessoas que inspirem e permite a troca de experiências. Líderes preparados são um passo fundamental para uma empresa coesa e forte.

  • Gamificação

No mundo ágil e digitalizado estamos cada vez mais conectados e a forma de desenvolver pessoas não comporta mais as formas tradicionais de aprendizagem. Por isso, a gamificação é uma ótima estratégia para o desenvolvimento das pessoas.

O objetivo principal da gamificação é qualificar e despertar a curiosidade de seus “colaboradores” jogadores, concedendo-lhes recompensas após cada ação bem executada. Essa é a chave que faz com que a nova metodologia possa ajudar inúmeras empresas a alcançarem o sucesso, tanto nos processos quanto na qualidade dos produtos/serviços.

As corporações perceberam que é preciso trabalhar com algo envolvente e, até mesmo, divertido para aumentar o foco de seus colaboradores e o sistema de jogos pode ser aplicada em outras situações, por exemplo, na seleção de candidatos externos para uma nova vaga ou até mesmo a avaliação de profissionais internos que disputam uma promoção, por exemplo.

  • Bem-estar do colaborador

A produtividade é um elemento essencial para as organizações e sempre é uma pauta de discussão quando pensamos em alcance de resultados. No entanto, cada vez mais os profissionais de RH compreendem que ela envolve outros fatores.

Pensar no bem-estar (físico e emocional) dos colaboradores é a base para que haja engajamento, produtividade, motivação, redução do turnover e, por fim, um dos temas mais importantes: a segurança psicológica. Diante disso, os gestores devem estar atentos para contar com o apoio e proporcionar um ambiente seguro para que as pessoas sejam quem verdadeiramente são.

  • Invista em treinamentos aliados à tecnologia

A era digital está transformando as habilidades essenciais ao mercado e a forma como elas são adquiridas. A fim de evitar que o funcionário seja obrigado a se deslocar para treinamentos em salas de aulas, as empresas poderão se beneficiar ainda mais de plataformas e ferramentas que possibilitam o aprendizado contínuo no próprio ambiente de trabalho.

Além disso, o uso de recursos de tecnologia para RH na aplicação de treinamentos adaptativos tende a melhorar a experiência do colaborador. Ou seja, em vez de colocar todos os profissionais da equipe no mesmo treinamento, mapeie cada um deles e determine o que é preciso desenvolver individualmente.

  • Inove e otimize o processo de recrutamento

Outra área que é constantemente transformada pelo desenvolvimento das novas tecnologias para gestão de pessoas é o recrutamento. O RH deve continuar observando esse cenário e se beneficiando das inovações, com o objetivo de reduzir a subjetividade da contratação, sem esquecer que apesar do avanço nas soluções, o papel do recrutador ainda será fundamental. Enquanto as tecnologias servem para fornecer as pistas, é o contato humano que capta totalmente o perfil comportamental do futuro funcionário.

Seja um profissional do futuro

Muitas já são as discussões sobre o RH estar na mesa das reuniões de grande importância para a empresa. Isso porque o RH deve estar envolvido na estratégia, visto que é a porta de entrada para o maior capital da empresa: as pessoas.

As tendências para a próxima década não se resumem somente a adoção de novas tecnologias, mas sim a um novo olhar sobre o colaborador e os processos. Sabemos que é um grande desafio para os profissionais da área implementarem todas essas novidades, mas é fundamental se manter informado e atualizado diante das novidades para os próximos anos. Esteja preparado!